“Que Tua espada iluminada seja minha guia e Teu escudo protetor minha morada.”

 

 

O nome Miguel tem a sua origem nas palavras hebraicas – Mikha El – e vem sendo traduzido como: Aquele Semelhante a Deus. São Miguel é o mais conhecido e invocado dentre todos os Anjos e Arcanjos que cuidam do destino e da evolução da humanidade. Miguel é reconhecido pelas três grandes tradições sagradas do ocidente: a judaica, a católica e a islâmica. O Arcanjo Miguel é conhecido como o Arcanjo que nos protege de todo o mal, que nos defende do ataque das forças negras, dos seres de baixo astral e de todos os perigos que possamos enfrentar, nos purificando e transmutando o mal em bem. Nas passagens bíblicas, temos a informação sobre a grande luta entre as Forças do Bem e as Forças do Mal. Desta guerra, a primeira batalha foi ganha pelo Arcanjo Miguel ao expulsar as Forças Maléficas dos campos celestiais. Perseguidos pelo exército de Miguel, as forças das trevas juntamente com seus seguidores, refugiaram-se nos planos físico e astral do planeta Terra, onde até hoje atuam, buscando aumentar suas forças, atraindo os seres humanos para o seu lado, através de sentimentos como ódio, vingança, egoísmo, ganância, e também através de ações maldosas como matar, roubar, destruir, escravizar entre outras. Como os planos físico e astral estão sob a influência da Lei do Livre Arbítrio, São Miguel Arcanjo e suas legiões de Anjos estão impedidos de agir livremente; necessitam da autorização dos seres humanos para cortar, de uma vez por todas, esta nossa sintonia com a negatividade Portanto temos São Miguel Arcanjo conduzindo a humanidade a um processo gradual de desenvolvimento da Sabedoria Divina, providenciando a purificação da aura do planeta e da humanidade, fazendo a limpeza dos canais que nos possibilitam o restabelecimento permanente do contato com as energias divinas. Miguel traz a verdadeira presença da luz divina para o nosso planeta. Dos sete poderosos Arcanjos mensageiros de Deus, São Miguel Arcanjo é o mais conhecido, venerado e amado pela humanidade. É aquele que por amor, permanecerá enquanto for necessário, protegendo e amparando cada um dos seres humanos. Conta uma lenda antiga que, “nos campos do Senhor, o jardim mais bonito e mais perfeito era o jardim da Terra. Este jardim era habitado por seres altamente evoluídos, amorosos e perfeitos. Tudo o que ali se plantava, germinava e florescia com perfeição; quer fosse plantado no seio do reino da natureza ou no reino dos seres espirituais. Um certo dia, o Grande Conselho dos Seres de Luz, que dirigia os destinos do Universo, convocou para uma reunião todos os Arcanjos responsáveis pelos campos do Senhor. Dentre eles, o Arcanjo Miguel, responsável pela Terra e muitos outros jardins divinos. 

O assunto geral da reunião era buscar uma solução para um grupo de seres que ainda não haviam atingido a consciência crística; seres que haviam desenvolvido dentro de si o gérmen da dúvida, da busca do poder e que estavam cada vez mais se distanciando das leis universais. A solução aprovada, por ser a mais positiva, foi a apresentada pelo Arcanjo Miguel; pois, considerando o grau de evolução dos seres do planeta Terra, todas as conquistas positivas que já haviam obtido, não havia dúvidas que seriam uma boa influência para as energias mau-qualificadas daqueles seres em desenvolvimento. Assim foi feito, os seres não evoluídos obtiveram permissão para nascerem e se desenvolverem juntamente com os seres evoluídos da Terra. Sob a orientação de Miguel, tudo era feito dentro da mais divina harmonia. Houveram problemas de adaptação, nada porém que não pudesse ser contornado. Após algum tempo, como todo o plano seguia os desígnios da Divina Providência, o Arcanjo Miguel afastou-se por um tempo da Terra para cuidar de outros afazeres universais. Certo dia, Miguel subitamente recebeu um comunicado: A energia do planeta Terra entrara em alto nível de degradação; seu desequilíbrio estava pondo em risco a harmonia universal. Rapidamente Miguel retornou ao seu jardim paradisíaco e, para sua tristeza, encontrou-o num estado lamentável. Seus queridos irmãos de luz haviam sido contaminados pela maldade dos visitantes, não conseguiam mais fazer brilhar a sua luz interna e o planeta estava encoberto por uma grossa camada de negatividade, o que estava tornando os seres cada vez mais grosseiros e maldosos. Imediatamente o Arcanjo Miguel desembainhou sua espada luminosa e invencível e traçou ao redor de nosso planeta um circulo de isolamento, impedindo que o vírus da maldade atraísse para o planeta a escória do Universo e, ao mesmo tempo, impedisse que este vírus se espalhasse pelo Cosmo contaminando outros sistemas. A partir daquele momento, por sentir-se responsável pelo destino daqueles milhões de seres que, involuntariamente haviam sido contaminados pelo câncer da maldade e da negatividade, Miguel, o Guardião da Luz, renunciou todas as suas outras responsabilidades cósmicas e firmou o seu compromisso de conduzir toda aquela legião de seres de volta à Luz Maior. Comprometeu-se perante o criador, a lutar para que haja o restabelecimento da Luz e o Equilíbrio no planeta Terra e a permanecer junto aos seres humanos até que o último de seus irmãos fosse resgatado das garras do dragão da maldade.” 

São Miguel e suas legiões de Anjos estão aqui, prontos para nos auxiliar em todos os momentos de nossas vidas e nos defender de toda a negatividade. Então por que sentir-se sozinho, abandonado se há um exército celeste pronto para te guardar? Chame por São Miguel Arcanjo, sinta tua presença, ele está somente esperando sua permissão para agir a seu favor. Seu nome é um grito de batalha e é invocado para coragem, forte defesa e proteção Divina. (Inspirado nos ensinamentos de Moacir Martins.)

Invocação: “Amado Arcanjo Miguel chefe e príncipe dos exércitos celestes, Guardião das almas, meu guia e protetor após o Cristo; Com amor e fé, peço vossa defesa e proteção, defendei-me de todo o mal; Iluminai meu caminho, fortalecei o meu ânimo e aumentai a minha fé. Auxilia-me, Arcanjo Miguel a irradiar cada vez mais Amor, Luz e Paz a todos os seres. Amém.”